Há dez anos, que na velocidade do tempo dos dias atuais, podem ser vinte, trinta, quarenta anos ou mais, nascia o FESTLIP.  Em universo ainda frágil pelo difícil acesso ao conhecimento das culturas dos nove países que possuem o português como língua oficial, devido as suas distâncias, o FESTLIP assumiu o desafio de romper esta fragilidade entre os quatro continentes que dão vida a esta língua tão diversa. A estrada ainda tem longos percursos, mas hoje podemos dizer que temos uma identidade, uma cara, uma rica cultura mesclada chamada FESTLIP.  Este nome carrega em si o multiculturalismo das sociedades da CPLP_Comunidade dos Países e Língua Portuguesa.

 

Emancipado e convicto do seu potencial espacial, o FESTLIP nesta edição atravessa muros, mares e terras, experimentando a liberdade de estar ao alcance de todos, em qualquer lugar e a qualquer hora. Com uma programação que ultrapassa o significado da palavra cultura, o FESTLIP¬_On  2018 será uma manifestação artística presencial, interativa e virtual. Ligados integralmente e despidos de qualquer tipo de barreiras, as sociedades que falam português mostram a sua cara. Nós somos o mundo que habita em nós. Uma pátria que transcende a geografia e a história. A Língua portuguesa é a nossa pátria. Pátria criada por nós, 270 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo.

 

TÂNIA PIRES – Diretora Artística e Idealizadora do FESTLIP_Festival.

 

 

 

O FESTIVAL

 Todos os direitos reservados Talu Produções & Marketing